sábado, 3 de outubro de 2009

Homenagem a Mercedes Sosa

6 comentários:

  1. Que voz maravilhosa, faz bem ouvir uma melodia tão bem interpretada. Sensacional sua escolha.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. Mercedes é de um tempo único. Um tempo onde uma cervejaria não conseguiria alimentar o ódio entre brasileiros e argentinos. Um tempo onde nós, que sonhávamos com a liberdade e um novo país, julgávamos que o Brasil fizesse parte da América Latina. Mas parece que nos convenceram que não: somos mais " aparentados" com os brothers lã do norte.

    Mesmo assim, não consigo ouví-la sem me vir a mente uma outra canção:

    (Belchior em À Palo Seco)

    Se você vier me perguntar por onde andei
    No tempo em que você sonhava.
    De olhos abertos, lhe direi:
    Amigo, eu me desesperava.
    Sei que, assim falando, pensas
    Que esse desespero é moda em 73.
    Mas ando mesmo descontente.
    Desesperadamente eu grito em português:

    Tenho vinte e cinco anos de sonho e
    De sangue e de América do Sul.
    Por força deste destino,
    Um tango argentino
    Me vai bem melhor que um blues.
    Sei, que assim falando, pensas
    Que esse desespero é moda em 73.
    E eu quero é que esse canto torto,
    Feito faca, corte a carne de vocês.



    Parabéns pelo post. Mercedes deve ser lembrada. Honrada até. Com usa voz, enfrentou uma das mais ferozes ditaduras da América Latina.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu me lembrei agora de minha mãe que sempre adorou ouvi-la. Boa lembrança!

    ResponderExcluir
  4. Pena! tenho muita pena !
    assusta-me por ver fim de grandes ídolos

    ResponderExcluir
  5. Joyce,

    A Coletiva “Professores do Brasil” ainda é amanhã, mas desde já quero agradecer-lhe pela sua participação. Você está contribuindo para a valorização dos professores.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Grande perda, sem duvida.Sempre me comoveu ouvi-la cantando "Alfonsina y el mar".Todos partimos algum dia, apenas alguns ficam conosco para sempre.

    ResponderExcluir

Dicionário inFormal

O dicionário de português gratuito para internet, onde as palavras são definidas pelos usuários. Uma iniciativa de documentar on-line a evolução do português.
Não deixe as palavras passarem em branco, participe definindo o seu português!


http://www.dicionarioinformal.com.br/

(http://www.gutenberg.org/

ANGÚSTIA

As minhas angústias
São amargas
Como o polém...
Elas vivem negras
E tem gosto de açúcar.
As minhas angústias
adormecem somente minhas.
Não navegam como o céu
Azul... turquesa, visto
Com outros olhos...
Detalhes de uma vida.
Vida apenas vista, enquanto
e padeço
Num sótão de alegrias
Mortas.

Um dia triste - 03/04/00 Xandy Britto

Dica de livros

Links legais

http://blogs.abril.com.br/agora

http://www.louvre.fr

http://marketinaweb.blogspot.com/

http://thirinhas.wordpress.com/

http://xandybritto.blogspot.com/

http://sandra-acasaenossa.blogspot.com

http://contoscantoseencantos.blogspot.com/

http://www.concursosliterarios.com.br

http://www.cbl.org.br/jabuti

http://www.ateliermeow.com

http://www.ultrapassandobarreiras.blogspot.com

http://escuteseusolhos.blogspot.com

http://www.neostesia.com

http://informlegal.blogspot.com/


http://marketing-na-web.blogspot.com

http://fatosetudo.blogspot.com

http://temtodasasmusicas.blogspot.com/

http://tododostempos.blogspot.com/

http://velozeseturbinados.blogspot.com



Arquivo do blog

Minha lista de blogs

Itens compartilhados de joyce

Labels